27 de fevereiro de 2013

O que Amadeu Portilha não viu...

Para além dos lamentáveis acontecimentos que mais uma vez interromperam um jogo em Guimarães, o que tem deixado o país em completo estado de choque é a forma como a cidade e os adeptos chamados "normais" reagiram a tudo isto: primeiro aplaudiram no próprio estádio, depois defenderam nas redes sociais e nos blogs. O que também não se esperava é que pessoas com responsabilidade como Amadeu Portilha (da Cidade Europeia do Desporto) ou Luís Cirilo (ex-deputado, Gov. Civil e dirigente do PSD) entrassem no discurso parcial e cego típico das claques.

O primeiro escreve no seu blog uma série de supostos factos, ignorando outros, ao gosto da conveniência: ou será que Amadeu Portilha não viu os petardos e as dezenas de cadeiras que foram arremessados pelos adeptos do VSC contra a bancada do SCB no jogo disputado no Estádio Axa? Quanto aos factos de Domingo, a tentativa de distorção da realidade é óbvia: ao contrário do que alguns querem fazer passar e do que aquela pseudo-televisão local paga a expensas do contribuinte quis dizer, não há nenhuma imagem que mostre os adeptos do Braga a começarem os confrontos; o que há, aliás, são imagens que começam SEMPRE com cadeiras a serem arremessadas no sentido da bancada onde estavam os adeptos do SCB.

O segundo escreveu o que já se sabe e o que todo o país leu e condenou.

Estão bem um para o outro e estão mal para uma cidade de Guimarães que devia condenar em uníssono a violência degradante a que o país, a Europa e o mundo assistiram Domingo.