20 de setembro de 2012

Braga 0 - Cluj 2: O problema Peseiro

Ruben no jogo Braga-Cluj

6 jogos depois de Peseiro se estrear em jogos oficiais, estalou o verniz entre os adeptos e a equipa técnica do Sporting de Braga. José Peseiro, o treinador do "quase", chegou a Braga com um discurso que antagonizou o seu antecessor e predispôs-se a conquistar títulos. Inverteu a táctica, encostou jogadores que eram titulares indiscutíveis, pôs a equipa a trocar bem a bola mas... a verdade é que destruiu a solidez defensiva que era bandeira do Braga nas últimas épocas e pôs a equipa a trocar a bola onde lhe deixam que a troque sem que isso resulte em qualquer perigo para as balizas adversárias. O saldo de Peseiro é francamente negativo: em seis jogos, uma vitória é muito pouco para um plantel com tanta qualidade. E, se os jogadores são bons, o problema só pode ser o treinador e as suas invenções tácticas.

Foi isso que ontem presenciaram os bracarenses presentes no Estádio Axa. A equipa fez milhares de passes sem qualquer consequência, deu até a entender que joga bem, mas a verdade é que trocar a bola não dá golos e é de golos e vitórias que o futebol vive. Há, pois, que arrepiar caminho. Peseiro está a falhar em toda a linha e a margem de manobra do treinador está muito reduzido: ou muda ou terá que ser António Salvador a mudar de treinador.

E não há muito mais a dizer sobre o jogo de ontem. O Cluj venceu e venceu bem. O Braga perdeu e perdeu mal, comprometendo o futuro na Liga dos Campeões. Penoso foi que os sócios e adeptos tenham pago 17€ para ver isto.