27 de agosto de 2012

Um Braga admirável, por Vitor Serpa (A Bola)

Não escondo que tenho uma especial admiração pelo SCBraga. É um caso de sucesso internacionalmente invulgar. Anda, há anos, na alta-roda europeia, a discutir posições de topo em Portugal e tem um orçamento de segunda divisão espanhola.
É um caso de estudo. Um caso em que o clube puxa sistematicamente pela cidade e pela região, lutando com armas desproporcionadas contra a desproporcionada e não raras vezes arrogante ditadura dos grandes.

Ontem o SCBraga jogou com a Udinese. Um jogo Difícil com uma equipa Italiana de qualidade e que oferece fortunas as seus jogadores para poder entrar na dase de grupos da Liga dos Campeões. Certamente que António Salvador, o presidente Bracarense, também oferecerá o que pode, mas nada que se compare.

A equipa Italiana, supostamente com melhores jogadores, muito mais dinheiro e a oferta de prémios que nem na imaginação dos jogadores do Braga caberia, não foi superior. Pelo contrário. Beneficiou da especial característica dos italianos de serem cruéis e pragmáticos. Em duas oportunidades no jogo fez golo e meio, porque Beto fez uma defesa impossível e defendeu esse meio-golo.

Sinceramente, não sei como é possível, hoje em dia, ser-se de Braga e não se ser do SC Braga. É uma traição que o clube e todo o seu projecto não merecem. Claro que continuam a existir casos em que haverá jovens bracarenses adeptos do Benfica, do FC Porto e até, quiçá, do Sporting.

Por muito que se me esforce, não os consigo compreender. Para qualquer bracarense, o SC Braga deve ser hoje um motivo de orgulho e um exemplo.
Mais uma vez o provou ontem.

Nota de redação - O blog Arsenal de Braga congratula-se com este texto de Vitor Serpa mas recorda que A Bola é uma das responsáveis pelo actual estado de coisas no futebol português. Sempre que dão mais destaque ao penteado de um jogadors dos três chamados grandes em relação ao admirável trabalho de clubes como o Braga estão a contribuir para essa traição de que falam. Já que Vitor Serpa fez também o diagnóstico, esperamos que faça agora o seu trabalho de casa e dê ao Braga o destaque merecido e isento que o Braga merece.