18 de agosto de 2012

A Honra de ser do BRAGA

Eu sou do tempo em que perdíamos por dois ou três na Luz e ficávamos contentes por não termos sido goleados.
Sou do tempo em que só o saudoso "Espanhol" e o seu bombo acompanhavam o Braga nos jogos fora.
Sou do tempo em que jogar contra o Benfica era quase um acto de subserviência perante os vermelhos do sul.
Hoje, pelo contrário, eu sinto orgulho de não ficar satisfeito com um empate naquele estádio.
ORGULHO em estado puro. Mas no melhor sentido do termo: o sentido da HONRA, do prazer e da vaidade de ser do BRAGA!!!