9 de maio de 2012

Artur e Tiago: que diferença!!!


Hoje, num dos noticiários da televisão portuguesa tive oportunidade de ouvir duas pequenas entrevistas de dois ex-jogadores do SC de Braga: Tiago e Artur. Trata-se de duas pessoas bem diferentes e dois jogadores que deixaram em Braga imagens bem distintas. Enquanto Tiago já por várias vezes teve oportunidade de deixar bem claro o seu agradecimento ao clube que o lançou e expressar a sua grande simpatia pelo nosso emblema, Artur, pelo contrário, já noutras ocasiões revelou a sua pouca simpatia pelo SC de Braga, mau grado a enorme projeção que o nosso clube lhe deu.
E estas pequenas entrevistas vieram confirmar, na minha opinião, o caráter bem diferente destes jogadores, se bem que falando de assuntos distintos.
Tiago confessa-se braguista e manifesta a sua imensa satisfação pelos excelentes resultados que o nosso clube vem fazendo. Chega mesmo ao ponto de afirmar ter um enorme orgulho em ser braguista. Na verdade, este é um daqueles jogadores que há-de ficar para sempre na história do SC de Braga. Não só pelo seu braguismo, mas principalmente pela sua qualidade como homem e como atleta.
Já Artur, mais uma vez, primou pelo facto de ter perdido uma oportunidade para estar calado. Diz ele, com estas palavras ou outras parecidas, que o seu clube, o Benfica, perdeu a Liga por causa dos erros dos árbitros. Assim mesmo, sem mais nem menos: foram os árbitros os culpados. Sobre os golos decisivos que ele sofreu e valeram derrotas ao Benfica, Artur não falou. Como não falou dos erros defensivos que celebrizaram alguns dos seus companheiros de equipa nesta época, nem dos erros estratégicos de Jorge Jesus, nem da época falhada do semi-Deus Gaitan, nem de tantos outros fatores que contribuíram para que o Porto, com uma qualidade futebolística muito abaixo da época passada tivesse sido campeão.