23 de abril de 2012

A arte de distorcer a realidade

Os mesmos órgãos de comunicação que durante o dia de sábado apregoaram que o Sporting de Braga estava definitivamente afastado da luta pelo título (em virtude dos 7 pontos de atraso para o líder da classificação), hoje dizem que o 3.º lugar está seriamente ameaçado pelos (apenas!) 6 pontos de vantagem sobre o Sporting de Lisboa.

A diferença de leituras da realidade, sempre em menosprezo do maior clube do Minho, fere a verdade e a coerência que é pedida à comunicação social. A prova de que o centralismo e a clubite são um motor das desigualdades e das injustiças da sociedade portuguesa. Até quando?

22 de abril de 2012

Os 4 lampiões que tolheram o sonho!

Não se trata de um ataque aos adeptos benfiquistas, que legitimamente apoiam o seu clube e acreditam que a sua equipa é melhor que todas as outras, trata-se de demonstrar - com recurso a factos evidentes - porque é que os bracarenses e braguistas têm direito a uma também evidente indignação.
Em Portugal há 3 equipas que foram dividindo entre si os títulos relativos ao futebol português. Têm uma implantação popular que mais nenhum clube consegue alcançar, porém isso acaba por 'matar' a possibilidade de outros clubes também atingirem esse patamar.
A força que têm junto da comunicação social, que sofre de clubite evidente, a influência junto dos cargos dirigentes do futebol e o facto de uma parte dos árbitros se pintar da cor desses três clubes, acaba por condicionar violentamente a verdade das competições. O que aconteceu há dois anos, descaradamente, com suspensões de jogadores em favor da vitória final de um clube é reflexo de uma realidade.
Aos bracarenses resta continuar a lutar e a crescer. Esta semana, numa estrada do Minho profundo, saboreei  a alegria de ver uma bandeira do Sporting de Braga bem erguida. Isto a juntar aos sócios a adeptos que se deslocam de Ponte do Lima, Monção, Taipas ou Esposende, só para apoiar o Braga, confirma que esta bandeira está a crescer e já não é apenas de uma cidade, mas vai cobrindo uma região. É um sinal de que vale a pena lutar! Salvador nãos desistas... O dia da glória está perto!
Resta-nos estes 'ses', legítimos e justificados, relativos aos 4 lampiões que nos tolheram o sonho. Como seria este campeonato...

  • Se Bruno César não tivesse a inspiração de marcar aquele grande golo ao Braga mesmo no final da partida?
  • Se o árbitro João Ferreira tivesse marcado o penalti claro de Javi Garcia sobre Lima ao minuto 74, quando o jogo estava 0-0?
  • Se o árbitro Olegário Benquerença tivesse expulso o jogador do Porto Derfour ao minuto 45', numa altura em que o jogo Braga-Porto estava 0-0?
  • Se o árbitro Duarte Gomes não tivesse inventado uma expulsão de um jogador do Braga ao minuto 21  no jogo com o Paços de Ferreira e tivesse visto um penalti ao minuto 54 ( e se o seu fiscal de linha não tivesse inventado tantas faltas e foras de jogo quando o Braga procurava a vitória)?

11 de abril de 2012

Continuamos a ser campeões


Manuel Fernandes, velha glória do Sporting, afirmava há dias que se o seu clube chegar ao fim da época com uma diferença de 13 pontos para o líder se poderia falar de uma excelente época. 
Se isso é excelente para um clube que investiu 40 milhões, mais outros 40 de orçamento, então o que é um terceiro lugar (a 3 ou 4 pontos do primeiro) para um clube de 17 milhões? No entanto, é pelo segundo lugar que ainda lutamos. 
O clube dos 80 milhões está em estado de graça. Os adeptos do Sporting estão eufóricos. Então como devíamos estar nós, com mais oito pontos e o acesso à Champions quase garantido?
É por estas e por outras que o nosso orgulho deve continuar bem elevado!

Diferenças Que Marcam a Diferença

"Há pouco mais de uma semana, quando Júlio Mendes foi eleito presidente do Vitória de Guimarães, António Salvador, líder do Braga, enviou um fax a felicitá-lo pela vitória no ato eleitoral e a desejar boa sorte para o mandato de três anos. Apesar desta atitude, o Braga não recebeu qualquer convite da parte dos novos responsáveis vitorianos para estar presente ontem à noite na tomada de posse da nova Direção que sucede à de Emílio Macedo da Silva." (O Jogo)

10 de abril de 2012

Não Se Arranjam Jornalistas Destes em Portugal?

video
....

Violência Policial Gratuita Sem Controlo

video

A violência gratuita praticada pelas autoridades policiais está sem controlo depois da legitimação que tem sido feita pelos membros do Governo. O último capítulo assumiu novamente contornos verdadeiramente humilhantes para a nossa democracia. Como as imagens documentam, vários adeptos do Braga foram barbaramente agredidos num momento em que a paz imperava entre todos. Uma vergonha. Será que a SAD não vai participar o caso e exigir a abertura de um inquérito?

9 de abril de 2012

Marcelo, Porque Não Te Calas?

O maior pesadelo de qualquer verdadeiro adepto do Braga é ouvir Marcelo Rebelo de Sousa falar sobre futebol. Para além de não perceber rigorosamente nada do assunto, o professor de Lisboa tem um discurso que ofende os verdadeiros braguistas e que é muito prejudicial para a rota de ascensão do clube no panorama futebolístico nacional.

Hugo, Paulo e Jorge

Hojé há três portugueses que são notícia. E por razões bem distintas.

O Hugo é o nosso Viana que tem sido o cérebro de um Braga que, de forma para muitos surpreendente, conseguiu contrariar as desgraçadas profecias que lhe traçaram no início da época. Hugo Viana é um jogador decisivo no sucesso deste Braga e, apesar dos lamentos que expõem a grandeza do seu carácter, tem feito exibições verdadeiramente notáveis.

Paulo é o Bento da selecção que deu uma entrevista à UEFA em que promete ser fiel ao seu estilo o que, diga-se, tendo em conta o seu percurso errático fica difícil de compreender.

Jorge é o Costa que também já passou por aqui e que, apesar de ser líder do campeonato romeno, não resistiu a uma derrota por 5-0 e acabou despedido do Cluj.

8 de abril de 2012

Haviam de Fazer-se Testes de Inteligência aos Cronistas do Record

Não será novidade para ninguém que o Record é tudo menos um jornal recomendável. O que eu, confesso, não sabia é que era possível ser-se cronista em tal pasquim com um nível de escrita e de pensamento tão básico como este Domingos Amaral evidencia. Alguém saberá explicar como chegou até lá...

Salvador Inventou um Braga de Elite

"Salvador tem sabido imprimir também uma estratégia inteligente na forma como o clube se implanta e cresce na cidade. Contribuiu para isso a campanha que promove os "Guerreiros do Minho", slogan que deve causar urticária para os lados de Guimarães. Os jogadores e os treinadores são levados com frequência às escolas para sessões de promoção com os estudantes e, em certos momentos, o clube facilita os acessos aos jogos através da distribuição de bilhetes grátis ou patrocinados. Isso - a par dos resultados - tem contribuído para que a taxa de ocupação do estádio suba de forma sustentada." (Bruno Prata, Público)

Braga/AAUM 5 - Benfica 5: Recuperação Épica no Futsal

A equipa de futsal do Sporting de Braga carimbou hoje uma exibição épica ao recuperar de uma vantagem de 5-1, acabando por empatar a partida com o Benfica no último minuto do jogo. Amílcar (2), Nené (2) e Fabrício marcaram para os arsenalistas num jogo em que a equipa do Braga/AAUM contou com muito apoio no Complexo Desportivo da Universidade do Minho, em Braga.

7 de abril de 2012

Braga 0 - Porto 1: Má Sorte e Erros Próprios Complicam

Braga - Porto
© Bruno Gonçalves

Num jogo extremamente dividido, o Braga sofreu hoje a primeira derrota em casa a contar para a Liga, ficando a 5 pontos do primeiro lugar. Hulk marcou o único golo da partida aos 55 minutos. Antes do início do jogo, Lima recebeu o prémio de melhor jogador da Liga em Março.

Quem Não Sente, Não Entende. Força Braga!



....

6 de abril de 2012

Violência: Braga Reage em Comunicado

Face aos acontecimentos ocorridos na tarde de hoje, 6 de Abril, no decorrer e pós jogo com a Vitória SC em Guimarães, o SC Braga vem por este meio comunicar o seguinte:
A equipa dos Juniores do SC Braga foi vítima de comportamentos provocatórios e agressivos, na deslocação que efectuou hoje ao complexo desportivo do Vitória SC, com o arremesso de pedras, bolas de golfe, material pirotécnico e demais objectos, em direcção dos seus jogadores durante a partida.

Após o término do encontro, a comitiva do SC Braga ficou retida dentro do complexo, durante cerca de 2 horas, por não existirem condições de segurança para abandonar o local, face à presença de vários adeptos da equipa visitada no exterior e que de acordo com as forças de segurança estavam na posse bolas de golfe e pedras destinadas a atingir a comitiva do SC Braga e seu autocarro.

Apesar dos esforços desenvolvidos pelas forças de segurança e da alteração ao percurso de regresso, tal não evitou o vil ataque dos delinquentes à comitiva do SC Braga e que naturalmente seguirá as competentes vias judiciais.

O SC Braga deixa, uma vez mais o alerta às autoridades competentes, sobre o facto de este tipo de acontecimentos serem constantes e reincidentes aquando as deslocações desportivas a Guimarães, independentemente de se tratar da equipa Sénior, Júnior ou de qualquer escalão de formação.

Sublinhando, ainda, que estes comportamentos, ano após ano, têm vindo a intensificar-se com um perigo e gravidade crescente não obstante os constantes esforços envidados pelas forças de segurança.

O SC Braga sempre defendeu e continuará a defender o "fair play", pelo que, naturalmente lamenta e condena o sucedido, bem como condena aqueles que nos meios de comunicação, instigaram a este tipo de comportamentos e certamente neste momento se regozijam com os mesmos.


O SC Braga não se revê nesta forma de estar em sociedade e no desporto.
O SC Braga não se identifica com esta maneira de agir.

A Direcção do Sporting Clube de Braga

Dirigentes do V. Guimarães Incitam à Hostilidade

"Uma das poucas boas decisões da Direcção anterior foi cortar relação com o Braga", Luís Cirilo, ex-deputado do PSD e ex-Governador Civil de Braga

O clima de hostilidade contra o Braga que culminou com as cenas selváticas e bárbaras de hoje teve início nos últimos dias, quando Luís Cirilo, recém-eleito dirigente do V. Guimarães, proferiu as palavras supracitadas.

Na imprensa:
Bracarenses acusam direção do V. Guimarães de incitamento a clima hostil, Record
Braga acusa Direcção do Guimarães de incitamento a clima hostil, O Jogo
Bracarenses apedrejados, O Jogo
Autocarro da equipa júnior do SC Braga apedrejado, A Bola
SC Braga reage ao apedrejamento do autocarro da equipa júnior, A Bola
Juniores do Sp. Braga retidos e apedrejados em Guimarães, MaisFutebol
Braga acusa direção do Vitória de Guimarães de incitamento a clima hostil, JN

Onde Andam a Federação Portuguesa de Futebol e o Ministro da Administração Interna?

Miguel Macedo em debate quinzenal com o Primeiro Ministro

A equipa de juniores do Sporting Clube de Braga viveu momentos de terror na descolação de hoje à cidade de Guimarães onde defrontou a equipa local. Perante a vergonhosa passividade dos árbitros e das forças de segurança (será que só actuam quando se protesta contra o Governo?), os jogadores da equipa do Sporting Clube de Braga foram vítimas do «arremesso de pedras e bolas de golfe durante os noventa minutos». A situação levou a que a equipa de juniores do Braga ficasse retida durante 90 minutos nos balneários do campo onde decorreu o jogo e tivesse que alterar o percurso para Braga, seguindo por Fafe. Ainda assim, as autoridades não conseguiram travar o mais que esperado apedrejamento do autocarro, felizmente sem vítimas a lamentar.

Tendo em conta tudo o que tem sucedido ao longo dos últimos anos, torna-se cada vez mais pertinente questionar a Federação Portuguesa de Futebol e o Ministério da Administração Interna sobre os motivos pelos quais têm sido repetidamente complacentes com a violência que se vive sistematicamente nos jogos disputados na cidade de Guimarães (seja contra Braga, Porto, Benfica ou Sporting). A quem aproveita o actual estado de coisas? Por que motivo permitem que a selvejaria seja a imagem de marca daqueles adeptos sem que qualquer medida desportiva ou judicial seja aplicada? Onde anda a o ex-deputado e ex-Governador Civil Luís Cirilo que noutras ocasiões tanto esperneou contra a violência no desporto? E o senhor Ministro, Miguel Macedo, não tem agora uma palavra a dizer?

Nós, por cá, mantemos a postura de sempre. Toda a violência é lamentável e os bracarenses só têm uma resposta a dar aos actos bárbaros e selvagens praticados pelos vizinhos: recebe-los bem e sem qualquer violência. Nós, por cá, preferimos continuar a consolidar a quarta posição em termos de assistências no Estádio, em termos de associados e em termos de palmarés. O resto deixamos para os outros.

Adenda - Não deixa de ser irónica a forma como, nalguns blogs que gostam de passar por apaziguadores, se ignoraram os factos graves da tarde hoje. Aguardamos pela sua próxima tentativa de superioridade moral...

Adenda 2 - Pelos vistos estão mesmo muito satisfeitos com o facto dos dirigentes que ainda não tomaram posse dedicarem os seus discursos a atacar o Sporting de Braga. Agradecemos a deferência mas felizmente os nossos rivais estão no Porto e em Lisboa.

Adenda 3 - Aceitando o propósito enunciado no post como sério, lançamos novamente o repto para um manifesto conjunto a apelar à normalização das relações entre os dois clubes bem como à promoção de comportamentos não violentos nos jogos entre as duas equipas. Vamos a isso?

Violência e Selvejaria Contra Juniores do Braga em Guimarães

"Depois de mais uma de hora retido, o autocarro da equipa júnior do SC Braga deverá chegar dentro de minutos ao destino. A polícia foi forçada a intervir e apreendeu cerca de 10 bolas de golfe, isto após o veículo ter sido apedrejado.

Ambiente hostil em Guimarães no jogo entre a equipa local e o rival de Braga. O jogo foi marcado por um ambiente quente nas bancadas, de onde foram arremessados alguns objetos para os jogadores arsenalistas, que estão neste momento retidos no Complexo desportivo do adversário pelo facto de a polícia ter encontrado alguns suspeitos munidos de pedras e bolas de golfe com o objetivo de atingir o autocarro do SC Braga.

A partida terminou com uma igualdade a dois golos e os responsáveis arsenalistas queixam-se de algumas mensagens incitamento à violência que grassaram nos blogues da internet durante a semana.

A polícia encontra-se no local a serenar os ânimos e a tentar evitar mais incidentes.

Uma fonte do SC Braga, contactada por A BOLA, lamenta que Luís Cirilo, ex-Governador Civil de Braga e recém-eleito vice-presidente da Direção liderada por Júlio Mendes, tenha dito publicamente que as relações entre os dois clubes não eram para reatar após a conquista do recente ato eleitoral." (Notícia A Bola)

Por onde anda agora o Senhor Ministro da Administração Interna? Será que não vai investigar o incitamento á violência nos fóruns e blogs do clube da cidade vizinha?

Adeptos apoiam Gverreiros do Minho





Representantes das claques do SC Braga estiveram presente esta manhã no treino da equipa, durante os primeiros 10 minutos, numa iniciativa de apoio à equipa para este e os próximos jogos.

Uma acção que sensibiliza o grupo, e sublinha ainda mais o orgulho que o SC Braga tem nos seus adeptos e na forma como estes têm caminhado e crescido com o clube, tornando-se parte fundamental nos êxitos alcançado.

Fonte: Sporting Clube de Braga

5 de abril de 2012

Braga é um dos Clubes mais Falados nos Media Sociais

Há muitos anos que sabemos que o Braga não é um grande, mas sim Enorme. Ainda assim, e apesar das grandes campanhas e excelentes resultados obtidos nos últimos anos, a imprensa tem ignorado constantemente o Braga, quer enquanto clube quer enquanto marca. Ora, se a imprensa pode ignorar e asfixiar mediaticamente as prestações do Braga, não consegue impedir que o Braga, de quem não se pode deixar de falar dada a qualidade de jogo e resultados apresentados, seja referido constantemente na internet.

Neste âmbito, é interessante olhar os resultados do Primeiro Barómetro de Social Media em Portugal que vieram agora a público, da responsabilidade da Identidade Digital e da Cision, referente ao mês de Março de 2012. Em Março, o Braga foi referido mais de 40.000 vezes, pouco menos vezes que o Sporting (45.000), num total de 231.321 referências aos quatro maiores clubes portugueses.

Estes dados tornam-se mais interessantes se olharmos para o número de referências por ferramenta de Media Social. De acordo com a síntese disponibilizada pelo Barómetro, é no Facebook que mais se fala de Futebol (52,4%), sendo este meio responsável por mais de metade das referências a Benfica, Porto e Sporting.

Pelo contrário, apenas 20,8% das referências ao Braga é feita no Facebook, sendo as restantes feitas no Twitter, Blogues, Youtube e Fóruns de Discussão. Para estes, a síntese não apresenta a proporção de utilização, mas podemos imaginar que o canal do CABANASAXA e o SuperBraga.com sejam responsáveis por muitas delas.

Quanto ao Facebook, do qual já muito falamos aqui, o Braga deu um grande passo nos últimos meses, apresentando desde aí uma página bastante profissional e activa. Ainda assim, e também por ter chegado bastante tempo depois dos rivais, está ainda longe dos resultados ideais - que é como quem diz, tem ainda muita margem de progressão. 

4 de abril de 2012

Uma questão de coerência

Ontem à noite recebemos uma boa notícia: João Gobern, pseudo comentador desportivo da RTP Informação, foi dispensado da sua colaboração no programa Zona Mista. Esta decisão surge na sequência de uma polémica em torno de um gesto deste senhor, festejando em directo o segundo golo do Benfica perante o Sporting de Braga.
Os adeptos braguistas, com toda a legitimidade, revoltaram-se contra esta atitude, que manifestava falta de respeito pelos espectadores não-benfiquistas e uma falha tremenda na ética de um programa de comentário desportivo, que pretendia pautar-se pela seriedade. Recordemos que se trata da televisão pública (se fosse a SIC, já estaríamos habituados a reportagens, tantas vezes, feridas de incoerência e com uma leitura da realidade apropriada à mensagem de um certo clube de Lisboa, arrisco eu...), que tem uma missão de universalidade e coerência para com os portugueses.
Efectivamente já estamos muito habituados a uma comunicação social que transforma a leitura da realidade a partir dos seus interesses particulares e intérpretes. Quando o assunto é futebol, ainda mais interesses giram em torno da qualidade da informação. Só isso pode explicar o que se passou há dois anos, quando o Braga viu jogadores seus serem afastados da competição por dirigentes e órgãos da comunicação social, ou o facto de quase ninguém ter comentado o penalti claro de Javi Garcia sobre Lima e terem passado a semana anterior a analisar até à exaustão um lance claro de agressão que ditou a expulsão do jogador Aimar. Chamar incoerência a isto é muito pouco...
É certo que o afastamento deste pseudo-comentador desportivo não vai mudar o estado da comunicação social em Portugal, nem o tratamento dado ao Sporting de Braga.
Mas é um sinal de que nem tudo é permitido, e que os adeptos do maior clube do Minho, quando unidos, conseguem fazer valer a sua posição.

Continuemos assim, e mostremos a nossa força e confiança no cordão humano do próximo sábado.
Eu vou! E tu?

3 de abril de 2012

Escândalo na Luz: Porque é que a Imprensa Se Cala?

Javi Garcia Faz Penalti

Quando o árbitro não marca um penalti duvidoso a favor do Benfica, cai o Carmo e a Trindade. Quando o árbitro se esquece de marcar um penalti óbvio que pode decidir o título, os jornalistas deste pequeno Portugal acorbardam-se à sombra dos interesses que lhes pagam. Uma vergonha na exacta proporção da vergonha que é este país.
.....

1 de abril de 2012

Benfica 2 - Braga 1: João Ferreira, o Preferido, Decide

João Ferreira, o árbitro que Luís Filipe Vieira escolheu para arbitrar umas meias finais da Taça de Portugal, está bem presente na história recente do Braga. E pelos piores motivos. Quem não se lembra do penalti inexistente favorável ao Setúbal, já em períodos de descontos, no velinho 1º de Maio? E quem se esquece do penalti inexistente, marcado a favor do Benfica por pretensa mão de Nem, no novo Estádio Axa? Não só não esquecemos como juntamos ao rol das queixas uma arbitragem escandalosa no último Benfica-Braga. Apesar das tentativas de branqueamento da imprensa alinhada, o Benfica desta vez não fala de arbitragens porque, além de poder escolher os árbitros que não quer nos seus jogos, também pode dar-se ao luxo de ter árbitros que se esquecem de ver penaltis na sua grandes área. Assim foi ontem, quando se esqueceu de assinalar uma grande penalidade por carga de Javi Garcia sobre Lima. Este lance marca o jogo e mancha de injustiça o seu resultado.

Que a escumalha em que transformaram a Liga goste, não nos admiramos. Agora que a imprensa continue a branquear isto é verdadeiramente nojento.

Contra tudo e contra todos, VIVA O BRAGA!