16 de março de 2012

O que nós assumimos é a HONRA

(excerto de artigo publicado no DM)

 (...) os jornais desportivos e os nossos adversários vêm insistindo no assumir da candidatura ao título por parte do Sporting de Braga. Todos nós sabemos como os jogadores de futebol, por norma, são pouco dotados para grandes discursos mas desta vez Hugo Viana foi a exceção e foi quem melhor sintetizou a posição do nosso clube ao afirmar mais ou menos isto: que assuma quem investiu para isso! Quer dizer: o Braga, que gastou 4 ou 5 vezes menos que cada um dos três que se dizem grandes é que tem de assumir a candidatura ao título? A questão parece ser de mera retórica mas não é; ao assumir um objetivo desses, o SC de Braga estaria a colocar sobre os jogadores uma pressão totalmente desnecessária e o objetivo dos nossos adversários é precisamente esse: aumentar a pressão. A nossa grande virtude tem sido a humildade e é assim que devemos continuar.
Para já, o que os nossos jogadores e técnicos precisam de saber é isto: nós, os adeptos, temos toda a confiança neles e estamos orgulhosos (no sentido de honrados) por tudo o que eles têm feito, independentemente de tudo o que possam ou não ganhar até ao final da época. Tudo o que eles já fizeram esta época foi o escrever de mais uma página brilhante na história do nosso clube. Onze vitórias seguidas e uma possibilidade bem real de assegurarmos mais um terceiro lugar na Liga portuguesa são já motivos suficientes para dizermos que este é um clube único; com um orçamento como o nosso, só uma alma guerreira e um brio profissional únicos podem explicar tão grandes resultados.
Portanto, independentemente do que vai ainda acontecer, aqui fica desde já a nossa gratidão aos jogadores e equipa técnica; aconteça o que acontecer, nós estamos com eles.