11 de março de 2012

Braga 2 - Leiria 1: Onze Vitórias Aproximam da Frente

O Braga recebeu e venceu a União de Leiria numa partida que os bracarenses poderiam ter ganho facilmente mas em que um golo estranho dos visitantes acabou por intraquilizar o conjunto orientado por Leonardo Jardim que sofreu até ao fim para conseguir os três pontos que garantiram, à condição, a lideraça do campeonato.

O resultado foi curto tendo em conta a produção ofensiva do Sporting de Braga que podia ter ido para o intervalo a vencer por dois ou três golos de vantagem tantas foram as oportunidades desperdiçadas ao longo da primeira parte. A equipa mais fraca da partida foi mesmo o trio de arbitragem que cometeu vários erros que acabam por determinar o curso dos acontecimentos mas não a justiça do resultado.

Logo aos seis minutos, Rúben Amorim foi "varrido" por Shaffer perante a completa passividade do trio de arbitragem, tendo que sair da partida devido a lesão causada pelo impacto do jogador leiriense. Mais tarde Márcio Mossoró sofre uma falta grave e grosseira que ditaria a expulsão do jogador leiriense - mais uma vez Carlos Xistra (que muitos apelidam de adepto do Benfica) faz vista grossa e manda jogar. No final da primeira parte, novo erro, com o árbitro assistente a anular um golo dos visitantes por fora de jogo quando o jogador do Leiria estava em linha com a defesa bracarense. Em síntese, uma triste exibição de Carlos Xistra que acaba por não influenciar o resultado tendo em conta que os leirienses deveriam estar a jogar com 10 a partir de metade da primeira parte. Lamenta-se.