21 de novembro de 2011

Taça de Portugal: Jorge Sousa Resolve

No final do jogo de ontem, António Salvador criticou duramente a arbitragem de Jorge Sousa. O Braga tem muitas razões de queixa e a pouca-vergonha dos favorecimentos aos três grandes tem que ser continuamente denunciada. No início da época, o Sp. de Lisboa armou uma histeria perfeitamente desadequada quando uma decisão os prejudicou e, desde então, tem sido sucessivamente benficiado contribuindo para um suposto momento de glória que não é ratificado em campo. Sem as ajudas do árbitro, o Sp. de Lisboa é uma equipa perfeitamente vulgar. O Braga fez questão de provar isso mesmo! Confira as palvras do Presidente António Salvador:
«Estou muito orgulhoso por todos aqueles que defendem as cores da nossa equipa. O SC Braga tem grandes profissionais, grandes jogadores e grandes homens. A Taça de Portugal era um dos grandes objectivos para esta temporada, mas fomos eliminados frente a uma grande equipa, o Sporting. Pena foi que a arbitragem não tenha sido feliz. No primeiro golo do Sporting o Diego Capel está fora-de-jogo e depois há um penalty do Polga sobre o Alan que daria o cartão vermelho ao central do Sporting. Há ainda outro penalty quando após um livre um jogador do Sporting meteu a mão à bola. Vá lá que após cinco decisões polémicas acertou uma, a expulsão do Elderson. O André Santos ainda devia ter sido expulso. Enfim, foi uma noite péssima para a equipa de arbitragem.» (A Bola)