21 de agosto de 2011

Braga 2 - Marítimo 0: A Reconciliação

Com Lima e Pizzi nas escolhas iniciais de Leonardo Jardim, o Sporting de Braga recebeu e venceu o Marítimo por 2-0, num jogo que marca a reconciliação da equipa com os adeptos depois do desaire caseiro diante do Young Boys.

A primeira parte mostrou um Braga fortemente balanceado para o ataque, com Peçanha a rubricar uma exibição de grande qualidade para conseguir travar o poderio ofensivo bracarense. Ao intervalo tudo em branco no marcador e tudo na mesma na relação entre adeptos e equipa, com muitos assobios a marcar a saída para o descanso.

A etapa complementar abriu com um golo de Elderson na sequência de um livre cobrado por Alan para a área. Ao minuto 61, Lima justificou o interesse dos turcos e marcou um golão de livre directo - a bola vai ao poste direito, bate nas costas de Peçanha e acaba por entrar. Infelicidade para o guarda-redes do Marítimo, grande felicidade para os bracarenses que ainda poderiam ter dilatado o resultado.

Nota final para a arbitragem de Artur Soares Dias que se esqueceu de mostrar a cartolina vermelha a Ibrahim por falta muito dura sobre Djamal. Ainda com o polémico jogo das fotografias na cabeça, os adeptos minhotos constatam que começa a ser um hábito esquecerem-se de penalizar as entradas selváticas em Braga.

Primeira vitória da época e muita moral para o embate de Quinta-feira é o saldo final deste jogo disputado no Estádio Axa debaixo de intensa chuva e sonora trovoada. Apesar da tempestade, compareceram no Estádio Axa mais de 10 mil apoiantes do Braga (10.113).