10 de março de 2011

Braga 1 - Liverpool 0: Estádio Axa Anti-Colossos

Apesar da má hora que a UEFA encontrou para a partida desta jornada europeia, 12.991 espectadores assistiram à entrada das equipas do Sporting de Braga e do Liverpool FC no Estádio Axa. O ambiente estava animado nas bancadas pintadas de vermelho e o coração dos bracarenses apertado em mais um duelo com aquele que é um dos colossos do futebol mundial. A tarefa era difícil mas os bracarenses entraram decididos a fazer história. Durante toda a primeira parte, o domínio bracarense foi impressionante. O golo chegou aos 17 minutos, de grande penalidade cometida sobre Mossoró e convertida por Alan, mas poderiam ter sido bem mais os golos bracarenses nesta partida. Depois de alcançar o centésimo golo nas competições europeias, os bracarenses dispuseram de uma mão cheia de oportunidades entre as quais se destaca a bola lançada ao ferro por Sílvio.

Na segunda parte tudo mudou. O Liverpool fez entrar o milionário Andy Carroll e a pressão dos ingleses foi muito mais significativa, obrigando Domingos Paciência a fazer sair o imparável Mossoró para dar lugar ao regresso de Paulão após lesão. Aos 68 minutos, Andy Carroll congelou o Estádio Axa com remate potente travado in extremis pelo grande Artur que rubricou mais uma exibição de luxo.

Não sendo um resultado maravilhoso, o 1-0 manteve-se até ao final e alimenta a esperança bracarense de seguir para os quartos de final da Liga Europa pela primeira vez na sua história. O desafio de Liverpool será certamente muito difícil. Mas quem já escreveu História em Sevilha não se importará de ir buscar o guião à gaveta para a escrever outra vez. Vamos acreditar!