28 de novembro de 2007

Antevisão

Madrid e Wender OK

Boas notícias para Manuel Machado, que viu ontem Andrés Madrid e Wender retomarem a preparação sem limitações, depois de nos últimos dias terem apresentado condicionalismos, por força das contusões sofridas por ambos. Com os dois jogadores recuperados, os cenários de alternativas que se desenhavam para os respectivos lugares deverão regressar à estaca zero, mantendo-se Madrid a jogar ao lado de Brum à frente da defesa e Wender no lado esquerdo do ataque arsenalista, naquela que parece ser a primeira escolha para fazer funcionar o 4x2x3x1. Em contraponto, Carlos Fernandes, que fora submetido na véspera a uma ecografia, dado ter sofrido uma microrrotura, continuou com treino condicionado, o que o deixa mais longe do jogo com o Bayern, "entregando" a César Peixoto a titularidade na partida de amanhã. Outra novidade no apronto fechado de ontem foi o regresso de Stélvio Cruz, que, por motivos de ordem militar, estivera ausente na véspera, numa presença que deve, também, cimentar a sua inclusão no lote dos escolhidos a ser divulgado hoje, após o treino matinal, que será à porta aberta. Na sessão, que durou aproximadamente 90 minutos, Jair Baylón e João Tomás prosseguiram com o programa de reintegração progressiva, enquanto Bruno Tiago fez o já habitual plano de reabilitação funcional. Vítor Hugo, ao serviço da Selecção Sub-20, foi a única ausência no dia de trabalho que, além da parte prática, envolveu o visionamento do material vídeo recolhido sobre os jogos do Bayern, procurando não apenas documentar os jogadores sobre o valor individual de cada um dos jogadores da equipa bávara, mas, sobretudo, alertá-los para a movimentação em campo do 4x4x2 que Ottmar Hitzfeld elegeu como modelo de jogo do clube alemão. Parar o meio-campo bávaro poderá ser a chave para o sucesso.


Previsão: quinze mil pessoas

Custa a acreditar que possa acontecer mas, como é normal dizer-se, a esperança é a última a morrer, e no duplo desafio de amanhã a SAD continua a acreditar que vai ganhar, pelo menos, o primeiro - ter uma assistência digna de um jogo deste calibre -, mantendo a previsão de 15 mil pessoas no Estádio AXA. A procura continua fraca, e a contestação sobre o preço dos bilhetes não parece ter abrandado. Resta saber se os adeptos vão avançar com a ausência prometida.


Bávaros só conhecem o... novo estádio

Quem acedeu ontem ao sítio do Bayern deparou-se com um texto que, misturando declarações de Van Bommel e de Phillip Lahm, dava uma imagem pouco convincente daquele que será o real conhecimento do clube bávaro sobre o adversário português. Com o título "Vermelhos prontos para viagem ao desconhecido", a peça jornalística (?) abria com uma declaração do médio holandês. "Para ser honesto, não consigo nomear um único jogador do Braga", numa afirmação secundada por Lahm, que admitiu "não saber muito ainda" do próximo adversário na Taça UEFA, para logo depois corrigir e sublinhar tratar-se "de uma boa equipa". Continuando a ler-se o texto, afirma-se mais abaixo que é Roland Linz, que alinhou no rival 1860 Munique, "o jogador mais conhecido" do plantel minhoto, citado também como o máximo goleador e o único avançado no esquema táctico. Elogios, apenas para o Estádio AXA. "É lindo e diferente", disse Lahm, podendo ainda ler-se no texto que os bávaros estão contentes "por irem jogar num relvado em melhores condições do que estava o do Belenenses e em Belgrado". in O Jogo.


«Bayern é favorito, mas...» (Ottmar Hitzfeld)

Ottmar Hitzfeld, treinador do Bayern de Munique, diz que quer vencer quinta-feira a partida em Braga, em jogo do Grupo F da Taça UEFA, mas refere que os alemães terão de «jogar de forma compacta para não se deixar surpreender».
Na segunda passagem por Portugal para disputar a Taça UEFA (afastou o Belenenses na eliminatória de acesso à fase de grupos), o Bayern de Munique chegou a Braga sem Lukas Podolsky, Schweinsteiger e Jansen, todos lesionados. Hitzfeld minimiza a ausência dos jogadores e afirma que o Bayern «é favorito, mas terá que jogar com a máxima cautela e concentração».
O técnico assumiu que a equipa bávara terá que «jogar de forma compacta» para não se deixar surpreender pela «organização defensiva e ofensiva da formação portuguesa, com rápidas transições de bola». Hitzfeld referiu ainda que preferia «conhecer melhor a filosofia e o sistema de jogo» de Manuel Machado, treinador que comandou o Sp. Braga em apenas um jogo oficial. «Já estamos devidamente documentados com as últimas equipas apresentadas pelo Sp. Braga e com a sua forma de jogar, pelo que creio que isso não será problema», referiu o treinador. Em caso de vitória, o Bayern (1º classificado com quatro pontos) destaca-se no comando do Grupo F, ao passo que o Sp. Braga, 4º com um ponto, precisa pontuar para manter expectativas numa passagem à fase seguinte. in A Bola


Manuel Machado: «Pontuar e se possível ganhar»

Na antevisão ao jogo de quinta-feira frente ao Bayern de Munique para a Taça UEFA, o treinador do Sp. Braga mostrou respeitar o poderio do adversário mas revelou, ao mesmo tempo, ambição e confiança para o embate. "O Bayern é o grande candidato e sem dúvida aquele que tem melhores ferramentas para ganhar a Taça UEFA", afirmou o técnico em conferência de imprensa. Sobre o encontro com os bávaros da 3.ª jornada do grupo F, Manuel Machado está com esperança num bom jogo da sua equipa. "Temos consciência, mas também ambição. Queremos pontuar e se possível ganhar", adiantou. in Rocord


Hitzfeld preferia conhecer melhor Manuel Machado

Quando defrontou o Belenenses, na primeira eliminatória da Taça UEFA, o treinador do Bayern de Munique, Ottmar Hitzfeld, afirmou que o clube que orienta «é sempre favorito». Esta quarta-feira, em conferência de imprensa de antevisão ao confronto com o Sp. Braga, o técnico voltou a referi-lo, embora avise que os alemães terão de «jogar com a máxima cautela e concentração». O treinador alemão sublinhou que o Sp. Braga está bem organizado «quer defensiva quer ofensivamente, com rápidas transições de bola», e voltou a avisar que o Bayern terá de «jogar de forma compacta para não se deixar surpreender». Hitzfeld reconheceu que desejava «conhecer melhor a filosofia e o sistema de jogo» de Manuel Machado, novo treinador dos bracarenses, que estreia-se nas competições europeias esta quinta-feira. No entanto, o alemão admitiu estar «devidamente documentado com as últimas equipas apresentadas pelo Sporting de Braga e com a sua forma de jogar, pelo que isso não será problema». in maisfutebol




Tem tudo para ser um bom espectáculo, exceptuando a política de preços aplicada pela direcção bracarense, a um simples jogo da fase de grupos da Taça UEFA.