30 de setembro de 2007

Que futuro?

Não se trata de resultados. Trata-se de jogar com a consonância dos jogadores que se tem.

ABC perde em Israel

O ABC perdeu em Israel por dois golos (33-31), mas nada está perdido, pois os bracarenses têm tudo para virar este resultado no próximo domingo no Pavilhão Flávio Sá Leite, na 2ª mão desta eliminatória da Taça EHF

27 de setembro de 2007

Braga em Guimarães

Sábado, dia 29/09/07, 17h00 - Campeonato Nacional de Júniores A

Vitória de Guimarães - Sporting Clube de Braga


Domingo, dia 30/09/07, 20h15 - Liga BWin

Vitória de Guimarães - Sporting Clube de Braga

26 de setembro de 2007

Por favor, indiquem-lhe a porta da saída

Jorge Costa poderá vir a ser um grande treinador. Para já não passa de uma aprendiz. Mas o Braga não é uma escola, mas sim um clube com muitas ambições e as expectativas dos associados não podem goradas de uma forma tão escandalosa.

Só há uma saída para Jorge Costa: a porta de saída.

25 de setembro de 2007

Sonhos que se concretizam e prolongam

O sonho de se tornar uma grande campeã de ténis já esteve mais longe para Michelle Larcher de Brito. A portuguesa que treina na academia de Nick Bolletieri e se apresenta como uma grande promessa para o futuro entrou pela primeira vez no ranking WTA e tornou-se a mais jovem atleta da actualidade entre os primeiros 500 lugares. Com apenas 14 anos, Michelle entrou no ranking feminino no 364º lugar, com 56 pontos o que a coloca no terceiro lugar entre as portuguesas, atrás de Neuza Silva (206º) e Frederica Piedade (261º).

Entre os resultados que permitiram a entrada no ranking de salientar a vitória na primeira ronda do torneio de Miami onde derrotou uma das pré-designadas, a americana Meghan Shaugnessey, e nesta última semana o torneio de Albuquerque, torneio com um prizemoney de 75 mil dólares, onde alcançou as meias-finais. Com certeza que o sonho de ter um português a lutar pelos primeiros lugares do ranking mundial está mais perto com Michelle. Vamos ouvir falar muito dela, aliás, já ouvimos.

Se para uns o sonho está prestes a começar, para outros um sonho foi concretizado. A participação no Mundial de Rugby da selecção portuguesa chegou ao fim, sem qualquer vitória, mas a verdade é que mostrou o porquê de terem sido apurados. Conseguiram marcar um ensaio em cada jogo, fincou o pé e obrigou a Itália a grandes esforços para conseguir arrancar a vitória.

Para o último jogo estavam reservadas as grandes apostas das cores lusas de conseguir uma vitória no Mundial. Portugal até começou melhor conseguindo um ensaio ao 16 minutos e esteve no comando do jogo até ao minuto 63. A partir daí notou-se qual a equipa profissional e qual a amadora. Portugal não resistiu ao maior poderio físico da equipa romena e sofreu dois ensaios devido ao desgaste físico.

Para a história fica uma excelente prestação que poderia ter acabado com chave de ouro que ficou a escassos pontos. Que estes jogadores sirvam de exemplo para outros atletas desta e de outras modalidades pelo espírito combativo e a vontade de vencer mesmo quando as probabilidades de perder são significativamente maiores. Também é importante não esquecer o público português que se deslocou em massa para assistir e apoiar os “Lobos”. Estiveram sempre em maioria e, apesar da sua equipa nunca ter ganho qualquer jogo nunca a abandonou. Eles também merecem um agradecimento.

Ainda em português agora no atletismo. O sonho de Nélson Évora continua e para não o deixar fugir e conseguir alcançar mais e melhores resultados no triplo salto, o atleta decidiu procurar melhores condições. Tal como já tem acontecido com Francis Obikwelu, Nélson Évora vai fazer alguns períodos de treino em Madrid procurando melhores condições e melhores técnicos além-fronteiras. A verdade é que em Portugal as condições de treino, especialmente durante o inverno não são as melhores, pena que os investimentos em equipamentos e infra-estruturas não seja o ideal.

24 de setembro de 2007

22 de setembro de 2007

António Salvador apresenta contas e não se recandidata

A Assembleia Geral que se realizou na sede da Associação de Futebol de Braga tinha como propósito analisar as contas do Braga, mas depressa tudo passou para segundo plano, devido a... António Salvador. Antes de partir para a Suécia, na véspera do jogo com o Hammarby, o dirigente prometeu que iria pronunciar-se na reunião magna sobre a possibilidade de se recandidatar ou não e cumpriu com a palavra. "A minha missão está cumprida. Há muitos bracarenses com competência para continuar esta obra. O grande trabalho está feito. Não me vou recandidatar, pois a minha missão está cumprida. Apoiarei sem reservas uma candidatura credível", indicou, embora avisando que se manterá bem atento até às eleições. "Não deixarei que o aventureirismo faça cair o clube e comprometa tudo o que de bom foi feito. Apoiarei sem reservas uma alternativa credível. Deixo aos vindouros o próximo desafio importante do clube, que é a construção do Centro Desportivo de Alto Rendimento", precisou.
Enquanto escutava apelos dos associados, no sentido de reconsiderar a sua decisão, Salvador deixou ainda a garantia de que não passará o testemunho a qualquer um. "Não deixarei que o aventureirismo faça cair tudo o quer de bom foi feito", repetiu, embora sem esclarecer esse tal combate. "Quem vier para cá terá de trabalhar com o mesmo amor e paixão que nós tivemos, mas estou ciente de que o clube não pode cair num vazio", observou, manifestando-se depois optimista para o jogo de amanhã, com o Benfica. "É verdade que não estamos satisfeitos com a derrota na Suécia, mas isso vai ser invertido já no domingo, pois temos grandes jogadores, com um grande líder para dar a volta", testemunhou.
Quanto ao relatório e contas do clube referente a 2006/07, apresentou um resultado líquido negativo de 40.430 euros; já o orçamento para 2007/2008 prevê como resultados operacionais 388.654 euros. Ambos foram aprovados por unanimidade, assim como os pareceres do Conselho Fiscal.

João Pedro foi surpresa
A SAD do Braga continua a ser um exemplo admirável, tanto para grandes como para pequenos clubes, em termos de gestão. O segredo é escolher bem, comprar barato e depois realizar grandes negócios. Parece fácil, mas a verdade é que são mesmo poucos os que conseguem pôr em prática semelhante axioma. Entre 2006 e 2007, os minhotos arrecadaram 5.625.305,68 milhões de euros com a venda de jogadores e a maior transferência foi mesmo a do jovem avançado João Pedro, oriundo da extinta equipa B. Pela venda de apenas 40% do seu passe à agência Gestifute, que defende os seus interesses, o jogador proporcionou um encaixe de 1,5 milhões de euros e actualmente defende as cores do Beira-Mar, por empréstimo dos minhotos, depois de ter rodado na época anterior em Penafiel. O coreano Kim e o brasileiro Diego Costa, transferidos para o Rubin Kazan (Rússia) e Atlético de Madrid, ambos por 1,5 milhões de euros por metade do passe, constituem o grosso dos restantes negócios.

Vendas
Kim, Rubin Kazan, 1.525.305,68 (metade do passe)
Diego Costa, Atlético de Madrid, 1.5 milhões de euros (metade do passe)
João Pedro, Beira-Mar, 1.5 milhões de euros (40% do passe)
Cesinha, Rapid Bucareste, 600 mil euros
Luís Filipe, Benfica, 500 mil euros
Total em vendas: 5.625.305,68 milhões de euros

Lucro da SAD foi de 1,1 milhões de euros
O resultado líquido do exercício da SAD do Braga em 2006/07 não deixou margem para dúvidas. Com um lucro de 1.153.096,34 de euros, a administração presidida por António Salvador voltou a brilhar numa Assembleia Geral destinada a aprovar as contas da sociedade desportiva e acabou por receber aprovação de todos os presentes, que representavam 61 por cento do universo dos accionistas. Todos os pontos foram revistos e aprovados rapidamente, pelo que a reunião que decorreu na sede da AF Braga não durou mais do que 45 minutos. O passivo bancário da SAD diminuiu ainda 74%, passando dos 2.294.105 de euros para 747.44 mil euros.

Passivo aumentou 19% e é de 9,9 milhões
Apesar da tendência positiva em termos de tesouraria, o passivo da SAD do Braga aumentou 19% em relação ao valor de 2005/06, pois era de 8.064.998 euros, cifrando-se actualmente em 9.959.249,59 euros. Este fenómeno explica-se pelo facto de os activos terem conhecido um crescimento de 148% entre 2006 e 2007, passando de 5.061.041 euros para 12.585.191 euros. Apresentados estes dados, os accionistas não apresentaram qualquer crítica a António Salvador e seus colaboradores na administração da sociedade desportiva, pois estava tudo mais do que explicado. Os dados eram concretos e cristalinos e a evolução dos números mesmo assim impressionante.

Autonomia financeira é de 20 por cento
A saúde financeira da sociedade desportiva do Braga reflecte-se ainda no capítulo dos capitais próprios, estando o passivo fixado em 2.625.942 euros, o que se traduz numa autonomia financeira de 20 por cento. A título comparativo, quando a actual administração, liderada por António Salvador, iniciou funções, em 2002/03, a SAD estava mergulhada numa situação de falência técnica, passando depois de uma situação de 59 por cento de capitais próprios negativos para uma autonomia financeira de 20 por cento. É esse o actual cenário, o que, por certo, deixou os accionistas tranquilizados. A margem de confiança é grande.

Notícia O JOGO

António Salvador não se recandidata.


"Não me vou recandidatar,

a minha missão está cumprida."


O discurso do Presidente aqui.

20 de setembro de 2007

TAÇA UEFA: Dani e Jorge Costa dão mais uma derrota ao Braga

O guarda-redes Dani Mallo e o terinador Jorge Costa voltaram a comprometer as aspirações de uma equipa traçou objectivos que exigem exibições muito acima do que têm demonstrado. O treinador esteve mal porque esgotou o crédito que ainda lhe restava junto dos adeptos bracarenses. Derrota após derrota, má exibição após má exibição, já não paciência. Jorge Costa precisa de crescer como treinador, mas um clube com a grandeza do Braga não é certamente o local certo para essa aprendizagem.

A qeuipa não tem chama. Tem bons jogadores mas não consegue criar um jogo capaz de ganhar jogos e empolgar os adeptos. Dani Mallo continua a ser titular num plantel em que, apesar da lesão de Paulo Santos, ainda há mais 2 guarda redes. E voltou a entregar o ouro ao bandido saindo muito mal da fotografia no lance do segundo golo...

O Braga vai passar um ciclo de terror: depois de receber o Benfica vai a Setúbal para a Taça da Liga e depois vai a Guimarães antes de receber o Hammarby. Continuamos a apoiar o nosso clube, mas com o coração nas mãos. Esta equipa merecia melhor orientação.

Aceitam-se sugestões para o nome do sucessor de Jorge Costa.

19 de setembro de 2007

Salvador insiste na saída

Parece estar perto do fim o ciclo iniciado há cinco anos por António Salvador no comando do Sp. Braga. «Está na hora de outras pessoas poderem dar seguimento ao trabalho feito por esta direcção», defende o líder dos arsenalistas.

A decisão parece estar tomada e será anunciada no Conselho Geral da próxima sexta-feira, apesar das movimentações das forças vivas da cidade e do clube no sentido de garantir a recandidatura de Salvador.«Não fico indiferente às palavras de apoio de personalidades como o monsenhor Eduardo Melo, mas é preciso perceber que estou no Sp. Braga há cinco anos. Foram cinco anos de trabalho, dedicação e profissionalismo à frente dos destinos do clube. Acho, por isso, que está na hora de outras pessoas poderem dar seguimento ao trabalho feito por esta direcção», explicou António Salvador esta manhã, à partida da comitiva bracarense para a Suécia. No plano desportivo, o líder dos arsenalistas define como «fulcral» a entrada na fase de grupos da Taça UEFA, que começa a ser discutida amanhã, no reduto do Hammarby. «A entrada na fase de grupos é fulcral. Temos que fazer uma boa exibição no jogo de amanhã, entrarmos com humildade mas com vontade de vencer. Os jogadores estão cientes disso mesmo, sabem o que fizeram de mal em Setúbal [derrota por 3-1] e a exibição não se repetirá», afiançou.

18 de setembro de 2007

Do alcatrão à terra batida, pasando pelo tatami e pelo cesto


O mundo automobilístico foi esta semana abalado pela morte de Colin McRae vítima de um acidente de helicóptero. A tragédia aconteceu no sábado pelas quatro horas da tarde perto da residência do piloto escocês que terá morrido logo no momento do impacto, juntamente com ele estavam ainda o filho de 5 anos, Johnny, um amigo e ainda um outro homem. Pelo mundo todo chegaram mensagens de apoio que honraram a memória do antigo campeão do mundo de ralis que se dedicava agora à participação no Rali Dakar, prova rainha do todo-terreno. Valentino Rossi que venceu o MotoGP do Estoril dedicou a sua vitória, afirmando que McRae era um dos seus maiores ídolos.

Este não foi o único alarido no mundo dos automóveis. Ainda esta semana a Fórmula 1 teve em mãos um dos casos mais complicados de sempre. Em caso estava a suspeita de espionagem por parte da equipa MacLaren à Ferrari. A FIA acabou por condenar a equipa inglesa ao pagamento de uma multa de 100 milhões de dólares e foram-lhe retirados todos os pontos conquistados ao longo da época. Até ao final da época a MacLaren não poderá pontuar para o campeonato, mas os seus pilotos continuam na luta pelo título, já que não lhes foram retirados quaisquer pontos.

Mas algo não bate certo... porque é que os pilotos continuam a lutar pelo título quando utilizaram carros que terão sido melhorados com base nos documentos fotocopiados? São questões ambíguas que ja são habituais no reino da Fórmula 1 onde outros interesses mais altos se alevantam.

Passando do alcatrão para o tatami, a portuguesa Telma Monteiro alcançou este fim-de-semana a medalha de prata nos Campeonatos do Mundo que decorrerão no Rio de Janeiro. A líder do ranking europeu e mundial que partia para esta competição com a ambição de conquistar a medalha de ouro acabou por ser derrotada na final pela chinesa Junjie Shi. Com este resultado a judoca portuguesa assegurou a presença nos Jogos Olímpicos de 2008, a disputar em Pequim.




Na terra batida, o tenista português Frederico Gil alcançou a vitória no Challenger de Sevilha, o que acabou por proporcionar-lhe uma subida de 23 lugares no ranking ATP. Desta forma Gil, que na última semana se tinha tornado bi-campeão nacional, alcançou a sua melhor classificação de sempre no circuito de ténis mundial, estando agora colocado no número 135.

Ainda no ténis, destaque para a amaericana Lindsay Davenport que, depois de um ano de ausência devido a gravidez, regrssou ao circuito WTA e venceu o torneio de Bali, na Indonésia.

Por fim destaque ainda para a vitória por uma unha negra da Rússia sobre a anfitriã Espanha no Europeu de Basquetebol. Na final os russos levaram de vencido os “nuestros hermanos” por um ponto com o resultado a fixar-se nos 60-59. De salientar a classificação final de Portugal. O nono lugar expressa a grande prstação da selecção nacional.

15 de setembro de 2007

4ª Jornada - Derrota

O Sporting de Braga perdeu ontem na deslocação ao Estádio do Bonfim para o primeiro jogo da 4ª jornada. O resultado de 3-1 para os sadinos foi de certo modo exagerado para o quie se passou em campo, mas por outro lado prima a eficácia dos da casa e penaliza, justamente, a equipa do Braga que cometeu erros impensáveis no seu terço mais recuado. A defesa do Sporting de Braga esteve irreconhecível, bem como o seu meio campo de onde surgiram vários erros dos quais resultaram em golos.

A equipa de arbitragem esteve também mal (outra vez) ao expulsar João Pinto, que será uma perda importante para a recepção ao Benfica na próxima jornada, no Estádio AXA.

Por muito que se possa apontar dedos á arbitragem, não tira o mérito da vitória ao Vitória de Setúbal que com jogadas de contra ataque extremamente eficazes não ampliou ainda mais o resultado por mera sorte. Destaque para Mateus, emprestado pelo Braga, que fez uma grande exibição, marcando inclusive um golo. Edinho também marcou neste jogo.

A equipa do Sporting de Braga tem um longo caminho a percorrer, pois as suas ultimas exibições têm deixado muito a desejar. Jorge Costa terá, de certo modo revolucionar a equipa, pois este nivel exibicional não está a ser bem visto pelos, exigentes, adeptos bracarenses.

De Quem é a Mão que Embala a Arbitragem?

Depois das dúvidas na falta que originou o primeiro golo do Porto na jornada inaugural. Depois de ter sido anulada uma jogada de golo iminente por fora de jogo escandalosamente inexistente no último Braga-Estrela da Amadora. Depois da expulsão completamente injustificada de João Pinto no Vit.Setúbal-Braga. É hora de perguntar: de quem é a mão que embala esta arbitragem cravejada de incompetência?

António Salvador é peremptório: «Houve intimidação aos jogadores, o João Pinto nada fez para ser expulso. Parece que já começamos a incomodar. Só queremos fazer um campeonato tranquilo.»

Será que o facto do próximo jogo ser com o Benfica pesou na decisão do árbitro?

11 de setembro de 2007

Imperadores, Cinderelas e Sonhadores

O domínio de Roger Federer é cada vez mais imperial. O jogo astuto, sólido e demolidor do tenista suíço não deixou margem para dúvidas o US Open, onde derrotou o sérvio Novak Djokovic pelos parciais de 7-6/7-6/6-4. Ao longo de todo o torneio Federer perdeu apenas dois sets, o que desde logo mostra a supremacia sobre todos os seus adversários. Com a quarta vitória consecutiva no US Open, Roger atinge um feito que não era alcançado desde os anos 20 quando William Tilden venceu o torneio entre 1920 e 1925. Somando a estas vitórias os quatro triunfos, também consecutivos, em Wimbledon difícil será não apelidá-lo do melhor jogador de todos os tempos. Ousaria até chamá-lo de Roger Federer Avgvstvs.

Mas na vertente feminina o panorama não difere tanto assim. Nos últimos tempos, e depois de um período conturbado devido à separação, Justine Henin é actualmente rainha e senhora do primeiro lugar do ranking WTA. Apesar do batalhão russo, a belga controlou as operações e conseguiu neste US Open a sua segunda vitória em Nova Iorque, repetindo o feito de 2003. Na final venceu a russa Svetlana Kusnetsova com o resultado final de 6-176-3.


Se em solo americano se assiste ao domínio de dois atletas, por outros cantos do mundo há equipas que se esforçam por um pequeno lugar ao sol. Com isto pretendo referir as participações das selecções de basquetebol e de râguebi no Europeu, em Espanha, e no Mundial, em França, respectivamente.

Relativamente ao basket, os pupilos de Melnychuk surpreenderam a elite da modalidade com a sua qualificação para a segunda fase do torneio. quando todos os meios de comunicação, em especial a espanhola que chegou a apelidar a selecção lusa de "Cinderelas", a apontavam como a formação mais fraca do Europeu. Portugal surpreendeu tudo e todos com vitórias sobre a Letónia e Israel. Infelizmente a participação terminou esta tarde com uma derrota frente à actual campeã europeia, a Grécia, que afastou a selecção nacional dos quartos-de-final da prova. Para a história fica uma prestação brilhante que honrou as cores nacionais e que fez virar as atenções para outro desporto que não o futebol.


No râguebi o clima é um pouco mais sonhador e de deslumbramento. Portugal é a primeira equipa amadora a conseguir uma vaga para o Mundial e como tal, as suas esperanças de vitórias estão postas quase de parte. Mas para os "Lobos" o melhor de tudo ainda está para vir: o jogo contra Nova Zelândia. Este será um sonho realizado para a totalidade daqueles jogadores, e isso já ninguém lhes tira. Tudo o resto será um acréscimo. Mas quem sabe os "Lobos" não nos reservem também surpresas. Podemos sonhar com uma vitória no jogo contra a Roménia, para que o sonho seja ainda melhor.

Eu sugiro... sonhemos todos com eles!!!

10 de setembro de 2007

Selecção do Perú: Rodriguez foi titular

O defesa-central Rodriguez foi titular na última madrugada pela selecção do Peru diante da congénere da Colômbia, tendo a partida terminado empatada (2-2), num jogo com 55 mil pessoas nas bancadas, num jogo de carácter particular. Segue-se a Bolívia na quinta-feira.

Notícia O JOGO

(60) Até onde vou pelo Braga? -----> Parma, ITÁLIA



Enviada por I. Vaz.

9 de setembro de 2007

Iniciativas do Arsenal: Agenda Google

O blgo Arsenal de Braga criou mais um serviço para os adeptos do enorme Sporting Clube de Braga. Ao clicarem no botão disponível na barra esquerda do nosso blog poderão adicionar a agenda do nosso clube à vossa própria Agenda Google e definir a recepção gratuita, no vosso e-mail telemóvel, de lembretes dos principais jogos do Braga e das iniciativas mais importantes do nosso blog.

O serviço de avisos por SMS e por e-mail é da responsabilidade do Google. A equipa Arsenal de Braga apenas é responsável pela introdução dos eventos.

Agora é ainda mais fácil estar a par dos eventos com a marca SC Braga!

Braga vence troféu Estrela

O Sp. Braga venceu a quinta edição da Taça da Estrela, disputada em Gouveia, ao derrotar, por 2-0, a Académica. Os golos foram apontados por Jailson, aos 21 minutos e por Castanheira, aos 49, numa partida arbitrada por Marco Rodrigues, de Braga.
Os bracarenses alinharam com Ricardo Ferreira, Frechaut, Anilton, Vítor Hugo e Carlos Fernandes, Roberto Brum, Jailson, Jorginho, Castanheira, Baylon, e Lenny, tendo ainda entrado Philo, Zé Manel e João Pereira. Já os conimbricenses jogaram com Ricardo, Pedro Costa, Berger, Orlando, Vítor Vinha, Paulo Sérgio, Cris, Tiero, Fofana, Miguel. Pedro e Joeano. Kaká, Pavlovic, Ivanildo, Vouho e Gyano entraram no decorrer da partida.
O encontro serviu para Jorge Costa e Manuel Machado afinarem estratégias quanto aos jogos das respectivas equipas na liga, no caso dos minhotos frente ao V. Setúbal, e dos «estudantes» diante do Paços de Ferreira
in Maisfutebol

7 de setembro de 2007

TAÇA DA LIGA: Braga vai a Setúbal

O Sporting de Braga vai estrear-se em Setúbal na primeira edição da Carlsberg Cup, a Taça da Liga.

AMBIÇÃO: A Opinião de Vitor Rodrigues

O Braga continua a apostar forte no objectivo de encurtar distâncias para os três maiores emblemas nacionais, como se confirma pela política desportiva colocada em prática na preparação da nova época, nomeadamente no capítulo dos reforços. Com Jorge Costa a manter-se como timoneiro da equipa, o presidente, António Salvador, garantiu a entrada em cena no plantel de 15 novos jogadores – um dos maiores cabazes de reforços da Bwin Liga –, tendo o brasileiro Jorginho sido o último a chegar, aceitando trocar o FC Porto pela formação minhota. Ora, centrando a análise neste avançado brasileiro, um jogador já com uma carreira extensa no futebol nacional, percebe-se a aposta de Jorginho, dado que ingressou num clube com o claro objectivo de aumentar a pressão sobre FC Porto, Sporting e Benfica, não negligenciando a conquista de fronteiras europeias. Pelo caminho ficou o campeão nacional, saída explicada pela ausência de aposta de Jesualdo Ferreira nas suas capacidades, enquanto a vê-lo passar ficou o Belenenses, onde Jorge Jesus, o treinador que o lançou no Vitória de Setúbal, (des)esperava pela sua companhia. Jorginho preferiu o Braga, uma escolha que se percebe, porque ingressa num emblema em crescente afirmação, com uma estrutura logística e financeira só suplantada pela existente nos denominados grandes, o que é um garante de tranquilidade para o grupo de trabalho. O único senão é a fortíssima concorrência que enfrenta nesta sua intenção de voltar ao topo, porque, de facto, Jorge Costa tem um plantel com opções em quantidade e qualidade que, é seguro apostar nisso, voltará a fazer uma época tranquila e a pisar calcanhares mais descuidados...

Reencontros: Bom Jesus no Bonfim
Na próxima ronda da Bwin Liga, o Braga desloca-se ao recinto do Vitória de Setúbal, um clube com cada vez mais ligação ao Minho, como se comprova pelo empréstimo de jogadores dos bracarenses aos sadinos (Eduardo, Filipe Gonçalves e Matheus) e pelo retorno de Ricardo Chaves ao Bonfim. Além disso, também Bruno Gama jogou, na época passada, na Cidade dos Arcebispos, e Carlos Carvalhal, o técnico dos setubalenses, começou a última temporada em Braga. Muita gente, portanto, que tentará mostrar serviço...

Crónica no Jornal O JOGO

5 de setembro de 2007

O trabalho continua

Marcado para o meio da tarde de ontem, nem assim os jogadores minhotos se livraram da onda de calor que afectou ontem a região. E tanto assim foi que, previsto para as 16h30, o apronto foi adiado 30 minutos dado a temperatura - o mercúrio atingia os 33 graus às 17h00. Com presença marcada numa conferência de Imprensa às 18h30 dos capitães, o apronto acabou por "encolher" e terminar uma hora depois, numa decisão que aliviou toda a gente ainda que o programa de trabalho de hoje - aproveitando o facto de este fim-de-semana não haver Liga - prever sessão... dupla. Calor à parte, foi com boas notícias que começou o treino de ontem, com Madrid a comparecer no apronto - aberto apenas nos primeiros 15 minutos - a treinar sem limitações, confirmando-se que o traumatismo sofrido no joelho esquerdo, na primeira parte do jogo de sábado, não resultou em qualquer lesão grave. Uma boa notícia para os minhotos que vêm assim voltar à ribalta um jogador que tem tudo para estar motivado, depois de há uma semana ter visto o seu salário melhorado e o contrato com o Braga dilatado até 2012.

Paulo Santos continuou ontem com trabalho específico, numa altura em que a interrupção na Liga joga a seu favor, já que dilata no tempo a possibilidade de se recuperar para o próximo jogo. A incógnita mantém-se, mas a labuta diária do guarda-redes vai no sentido de abreviar essa ausência da luta pelo lugar na baliza minhota, uma tarefa em tudo idêntica, na atitude e profissionalismo, à que enfrenta João Tomás, ainda longe dos relvados a debelar uma rotura na coxa esquerda. Tendo como pano de fundo o jogo de sábado com a Académica, para o Troféu Estrela de Futebol, Jorge Costa trabalhou, assim, com um plantel reduzido, já que também Linz, Rodriguez e Stélvio, integrados nas respectivas selecções nacionais, estarão esta semana ausentes da preparação na Cidade Berço. in O Jogo

Ou ando distraído, ou não consigo perceber esta conclusão do artigo, falando na Cidade Berço. Talvez seja só uma gralha jornalística, a não ser que o jogo com a Briosa seja em Guimarães. Madrid tem dado bons indicadores, já Paulo Santos continua a recuperação.

4 de setembro de 2007

Os tempos são outros

Já lá vão os tempos em que Portugal era reconhecido, nos grandes campeonatos de altetismo, pelo seu meio-fundo e fundo. Os tempos dos 1.500, 5.000, 10.000 metros e da maratona, de Carla Sacramento, Fernanda Ribeiro, Rosa Mota, Manuela Machado, Carlos Lopes, entre outros, dão lugar à nova geração das modalidades mais técnicas.

Isto ficou bem evidente nos Mundias de Osaka, que terminaram no passado domingo, em que as esperanças de medalhas vinham da velocidade, com Fancis Obikwelo, e da caixa de areia, com Naide Gomes e Nélson Évora, no salto em comprimento e no triplo salto, respectivamente.


Apesar de Nélson Évora ter o único que fez soar o hino nacional no Japão e elevar a nossa bandeira, outras prestações são dignas de realçar. Desde já a de Naide Gomes que, apesar de estar a competir com intenções de figurar no pódio, ficou a escassos três centímetros do bronze. A marcha foi outra das modalidades em destaque com Susana Feitor a alcançar o 5º lugar e com Vera Santos e Inês Henriques a conseguirem lugares entre as onze primeiras atletas (11º e 7º, respectivamente)

Com um certo azar à mistura, Francis Obikwelo acabou por ser a maior decepção lusa em Osaka falhando os seus objectivos para estes mundias. Depois da eliminação na primeira ronda dos 100 metros por falsa partida, o atleta de origem nigeriana acabou por não conseguir o apuramento para a final dos 200 metros ficando no quinto lugar na corrida das meias-finais.

Mas como a tradição já não é o que era, não é apenas no atletismo e no futebol que Portugal tem alguma palava a dizer. No triatlo o nome de Vanessa Fernandes faz tremer as adversárias e na canoagem Emanuel Silva torna-se cada vez mais numa certeza da modalidade.

Neste fim-de-semana estes dois atletas estiveram em destaque nas respectivas competições. Em Hamburgo, Vanessa Fernandes sagrou-se, pela primeira vez na sua carreira, Campeã Mundial de Elites, deixando a concorrência a mais de um minuto. No Europeu de Sub-23, disputado em Belgrado, Emanuel Silva não conseguiu revalidar o seu título eurpeu, mas acabou por ficar com o bronze.
Duas grandes esperanças, juntamente com as do atletismo, para a conquista de medalhas olímpicas no próximo ano em Pequim, na China.

(58) Até onde vou pelo Braga? -----> São Pedro de Moel, PORTUGAL






3 de setembro de 2007

Madrid Lesionado

Substituído por Castanheira ao intervalo do jogo com o Estrela da Amadora, altura em que se travou de razões com o brasileiro Wagnão, Andrés Madrid sofreu um traumatismo no joelho esquerdo. O centrocampista argentino recebeu instruções no sentido de evitar fazer movimentos bruscos durante as folgas de hoje e amanhã (tem o joelho imobilizado) e só amanhã, depois de reavaliado pelo departamento médico, conhecerá a extensão da lesão e respectivo tempo de paragem. Atendendo a que o campeonato vai parar no próximo fim-de-semana, é provável, no entanto, que Madrid recupere a tempo de alinhar na deslocação a Setúbal, na jornada seguinte. Será uma boa notícia, mas caso se torne impossível não representará uma grande preocupação para Jorge Costa, pois não faltam alternativas credíveis para a posição de médio-defensivo: Vandinho, Roberto Brum ou Stélvio Cruz. A recuperar de uma rotura numa coxa continua João Tomás. O ponta-de-lança tem evoluído favoravelmente, mas deve manter-se afastado da equipa durante mais duas semanas, o que significa que também não poderá entrar em acção na recepção ao Benfica, à quinta jornada.

Plantel merecia mais férias


Se entre Jorge Costa e António Salvador as águas permanecem, aparentemente, calmas
; então entre o treinador e o plantel a sintonia é mais do que perfeita, o que não é novidade para quem acompanha regularmente a equipa. Jorge Costa apreciou o esforço dos jogadores, que se bateram até ao fim pela vitória no jogo com o Estrela da Amadora, e no final foi bem sintomático quando lhe perguntaram quando seria o próximo treino. "É na terça-feira (amanhã). Mas se fosse por minha vontade era para a semana, porque os meus jogadores merecem uma semana de férias pelo que fizeram hoje (sábado)", declarou, pouco depois de ter dedicado o triunfo conseguido "a quem não acreditava" ao intervalo.

Académica no sábado


A paragem do campeonato no próximo fim-de-semana, motivada pelos jogos de apuramento para o Europeu, será preenchida pelo Braga com um particular frente à Académica, onde se discutirá a conquista do Troféu Estrela do Futebol, competição organizada pelo Município de Gouveia. O jogo está agendado para 8 de Setembro (sábado), pelas 16h00, e decorrerá no Estádio Municipal do Farvão, em Gouveia. O preço dos bilhetes é de dois euros e jovens até aos 15 anos terão entradas gratuitas.

Jorginho ainda por estrear


Novidade na convocatória do Braga para o jogo com o Estrela da Amadora, Jorginho acabou por não entrar no grupo dos 18 jogadores que subiram ao relvado do Estádio AXA no último sábado. O craque brasileiro, contratado por quatro épocas, serviu de isco para os 9781 espectadores que se deslocaram ao recinto e o seu nome até chegou a ser invocado nas bancadas, por entre suspiros, enquanto a equipa da Reboleira teimava em manter-se em vantagem no marcador. in O Jogo

2 de setembro de 2007

Jorge Costa esclerece declarações

A propósito das minhas declarações no final do jogo de ontem entre o SCBraga e o Estrela da Amadora, que originaram má interpretação e consequente especulação na imprensa desportiva diária, importa esclarecer o seguinte:

1 - Como Treinador e profissional de futebol aprecio a relação de proximidade do Presidente do Clube com todo o grupo de trabalho, e considero muito importante ter o Presidente, em qualquer circunstância ou qualquer momento, junto de todo o grupo de trabalho do Sporting Clube de Braga;

2 - Não permitirei nunca, que por pura especulação jornalística tentem criar divergências onde nunca as haverá, pois mantenho uma excelente relação profissional e pessoal com todos os que de perto lidam com o futebol profissional, especialmente com António Salvador, o Presidente que confiou em mim e proporcionou o meu regresso ao futebol;

3 - Finalmente, importa esclarecer que as minhas declarações no final do já referido jogo, foram dirigidas a alguém exterior ao Sporting Clube de Braga que, usando um meio de comunicação social, teve ao intervalo afirmações inoportunas como o resultado final o provou, que desvalorizavam a forma de jogo e a qualidade dos meus jogadores, em quem eu muito acredito e sempre defenderei.

in SC Braga

BRAGA - Estrela: Final da partida (vídeo)

BRAGA - Estrela: Bancada Nascente

Image Hosted by ImageShack.us

(57) Até onde vou pelo Braga? -----> Como, ITÁLIA



Enviada por I. Vaz

Porque é que a Liga não divulgou os jogadores inscritos?

O Jornal de Notícias denunciou que a Liga de Futebol não apresentou a lista de jogadores inscritos até 31 de Agosto, como era costume.

Ao contrário do que aconteceu nos anos precedentes, a Liga falhou no dia em que a informação que tem obrigação de prestar aos adeptos do futebol é mais importante. Pior, ao manter em segredo até depois de amanhã que jogadores foram inscritos abre até as portas a todas as especulações e suspeitas. Quem garante que todos os jogadores a divulgar segunda-feira tenham, de facto, sido inscritos até às 18 horas de ontem e não hoje mesmo ou até amanhã? O futebol português precisa de transparência e competência.

Hoje, MIRACULOSAMENTE, surge o anúncio de que o Boavista AINDA vai apresentar mais um reforço que, dizem eles, já estava inscrito.

Se já estava inscrito porque é que tal não foi noticiado nem anunciado? Porquê tanto secrestismo? Porquê o atraso da Liga na divulgação da lista? Alguém explica? À mulher de César...

1 de setembro de 2007

BRAGA - Estrela: O Golo da Vitória (Linz)

Três pontos arrancados a ferros

Jorge Costa, treinador do Sp. Braga, depois da vitória frente ao Estrela da Amadora, em jogo da 3ª jornada da Liga e em declaraçõs à SportTv:

"Os jogadores do Sp. Braga são dos melhores profissionais com que trabalhei na minha carreira. Só assim conseguiam dar a volta a este resultado. Em segundo lugar, quero dedicar esta vitória a quem ao intervalo pensou que não seria possível."
in maisfutebol

É a Hora! Porque é inteligente apoiar o Braga?

Hoje, pelas 11 horas, ficamos a conhecer o primeiro adversário do Sporting de Braga na edição de 2007/2008 da Taça UEFA. O nome de Braga percorrerá as páginas de inúmeros jornais por todo o mundo e, num país qualquer, aumentarão abruptamente as pesquisas acerca da cidade e do clube homónimos. Dependendo da distância e da grandeza do clube que nos sair em sorte, dezenas, centenas ou milhares de estrangeiros tratarão de procurar o melhor modo para se deslocarem até à nossa cidade. Com eles trarão muito dinheiro para ser gasto nas lojas, nos cafés, nos restaurantes e nos hóteis da nossa cidade e, também, em taxas e impostos que revertem para as contas do país e do município. O capital que entra na cidade e no país poderá depois ser investido na melhoria das condições dos mesmos e, sobretudo, no aumento da qualidade e da competitividade da cidade. E uma cidade mais atractiva é uma cidade com mais valor. Goste-se ou não, está provado que as cidades e os seus habitantes lucram com o futebol profissional [JN]. Adicionalmente, o futebol é reponsável pela entrada de quantias avultadas de capital no nosso país, premiando a aposta dos clubes na formação e a valorização dos seus activos desportivos. Não é por acaso que a indústria do futebol é já comparada aos têxteis, um sector económico de referência a nível nacional [Agência Financeira].

Tudo isto reforça a ideia de que, mesmo desprezando todos os outros motivos, apoiar o Sporting de Braga é uma questão de amor à cidade e de inteligência na valorização das nossas propriedades e do nosso património. Goste-se ou não, o Sporting de Braga é a instituição que leva a marca da cidade mais longe, proporcionando-lhe a entrada de quantias avultadas de dinheiro.

É urgente despertar a consciência de todos os bracarenses, sejam sócios do Braga ou não, rogando-lhes que se unam em torno do clube naquela que é a caminhada de afirmação europeia. Nesta guerra, não há espaço para outras lutas: vamos pintar a cidade de vermelho e vamos encher o Estádio de gente e de cor. Só há uma cidade, só há um nome, só há uma equipa e só há um sonho: temos todos que ser Braga, temos todos que sofrer por Braga, temos todos que torcer pelo Sporting de BRAGA.

Original no Avenida Central

Contra-Ataque: A antevisão do BRAGA- Estrela por um adversário

Talvez um dos jogos mais importantes desta 3ª jornada do campeonato 2007/2008, de um lado uma equipa que esta época vai queres andar em altos voos nas competições nacionais, e fazer o seu melhor nas competições internacionais (UEFA) – O Braga. Do outro lado uma equipa a pensar fazer um campeonato tranquilo e melhor a sua classificação destes últimos 2 anos (9º lugar), e continuar a ser uma boa equipa a jogar em casa e melhor as suas prestações fora do seu reduto – O Estrela da Amadora. Cada equipa com as suas figuras importantes, no Braga, Paulo Jorge, João Vieira Pinto e Wender, pelo lado dos tricolores, Nelson, Maurício e Mateus, são pilares importantes nas suas respectivas equipas.

O Braga parece partir com algum favoritismo para esta partida, por ter ambições diferentes como um orçamento muito superior ao Estrela, por outro lado o Estrela vai com muita ambição ao difícil terreno dos arsenalistas, e com olhos a poder pontuar e dar continuidade ao bom arranque campeonato que se têm vindo a registar, com a equipa a ocupar neste momento o 3º lugar na BWIN Liga.

Espero que seja um grande jogo, que as duas equipas têm capacidade de o concretizar, sendo adepto do Estrela, espero que a minha euipa faça todo para ganhar, no minímo pontuar em Braga, tendo consciência que será muito difícil, mas com vontade e humildade todo se consegue na vida. Saudações tricolores.


Por jc_91, do blog C.F.E.A.